Topo

Entrevistas

Entrevista com o novo presidente do diretório do PMDB de Itabuna PEDRO ARNALDO MARTINS.

DIREITOS - Queria que você começasse falando sobre sua ascensão de Vice-Presidente para Presidente do PMDB de itabuna.
Pedro Arnaldo - No final do semestre passado tínhamos marcada nossa Convenção e o PMDB de Itabuna mesmo tendo seus blocos de lideranças políticas, havia decidido pela unidade, sendo que o nome em consenso era o meu. Há muitos anos militando nos bastidores da política, era chegada a hora de mostrar serviço, e assim, aceitei a proposta dos meus colegas de partido e a orientação confirmada da executiva estadual. Por orientação da executiva nacional do partido adiamos nossa convenção para o mês de setembro desse ano. Todavia, nosso Presidente, Renato Costa, entendeu que para os projetos do PMDB local,a quebra de continuidade de gestão com o fim de seu mandato em agosto e o início de um novo, considerando a convenção de setembro, poderia trazer prejuízos para agenda de 2015 que tem vistas às eleições de 2016. E, sendo Renato um democrata favorável a renovação e alternância de poder, decidiu por licenciar-se da presidência,o que na hierarquia do Diretório Municipal, me levou a ocupar a condição de Presidente em exercício.

DIREITOS - Você falou de agenda e projetos, quais são eles?
Pedro Arnaldo - O PMDB de Itabuna terá para 2015 uma agenda pautada por quatro temas especiais, o primeiro deles será sediar o primeiro dos nove seminários estaduais do PMDB da Bahia, com o tema: Reforma Política. Esse ocorrerá no dia 29 de março, na Câmara Municipal e, contará com a participação de membros do PMDB de 38 municípios circunvizinhos. O segundo tema será a organização e o incentivo de quadros do partido e fora dele com vistas à formação de uma chapa de majoritária forte e, outra proporcional de concorrência expressiva. O terceiro tema, que já se iniciou, são as conversas e reuniões com os blocos políticos interessados nas eleições de 2016.Estamos conversando com todos! E, por fim, executar a última fase de um projeto de Renato que é levar o partido aos bairros. Durante dois anos, a frente do PMDB, Renato Costa reunia-se com seu diretório todas as terças- feiras, na sede do partido, buscou na Fundação Ulisses Guimarães (Fundação do PMDB) cursos e capacitação para os nossos membros, qualificando-os para serem multiplicadores de Formação Política e Cidadania.

DIREITOS - e os Projetos?
Pedro Arnaldo -Temos vários! Mas, o mais importante neles é o foco: Itabuna! Tenho viajado muito, visitado outras cidades do norte e sul do país, e sempre que retorno, questiono: se lá acontece, porque aqui não?O PMDB de Itabuna, em seu Projeto (2015) PMDBairros pretende ouvir a população, levando a estes, palestrantes que interajam com o povo e suas dificuldades. Essas palestras ocorrerão em forma de seminários que resultará na elaboração de um documento cuja utilidade será a contribuição que nosso partido dará a Itabuna. Sei de nossa responsabilidade, sei da minha responsabilidade, amo minha terra, sou empresário por consequência, mas, homem público por vocação. Quero aproveitar a oportunidade que meu presidente e meus colegas de partido me deram para de alguma forma preparar ou fazer parte do futuro da nossa querida Itabuna.

DIREITOS - Se a eleição de 2016 fosse hoje, o PMDB teria candidato? Pedro Arnaldo -O PMDB de Itabuna tem um vínculo forte com sua Executiva Estadual.Nosso presidente Geddel Vieira Lima, não é somente um líder de partido, ele contribui sistematicamente para o Brasil como um todo, foi Deputado, Ministro e é profundo conhecedor das necessidades da nossa Bahia e, em especial da nossa cidade. Quando Geddel fala de Itabuna percebe-se um inestimável carinho. Foi o executor da maior obra da cidade, o Canal Lava-Pés ou Avenida Amélia Amado. Este ano escolheu Itabuna para sediar o primeiro seminário – Reforma Política – do PMDB estadual. Portanto, ter candidato em Itabuna não é somente um desejo do PMDB, é um compromisso com a população e com a cidade.

DIREITOS - Porque os partidos e lideranças são unânimes no anseio de ter o PMDB ao lado?
Pedro Arnaldo -Em Itabuna, o partido, semanalmente, promove reunião do seu diretório na sua sede, na Avenida Cinquentenário, 483, 1º andar. Organizado de tal forma que sua composição de 65 membros está devidamente registrada no TSE (Tribunal Superior Eleitoral). Essa organização também se constitui em PMDB Mulher e PMDB Jovem, estes fomentadores de ações contínuas na sociedade e movimentos sociais. No Brasil estamos representados pelos Vice-Presidente da República, os Presidentes da Câmara Federal e Senado, o maior número de Governadores, o maior número de Deputados Estaduais, o maior número de Prefeitos e Vereadores, além de determos, nacional e municipalmente, quase cinco minutos de televisão, situação que merece maior destaque quando tratamos de uma cidade como Itabuna, líder de empresas de televisão.

DIREITOS - como você avalia o governo de claudevane Leite?
Pedro Arnaldo -Ao que nos parece, existe uma dificuldade da administração em transformar números em resultados políticos. E isso não é tarefa fácil, depende de muita articulação, interna e externa, planejamento e conhecimento nas outras esferas de poder, estando também sujeito a uma harmonia entre os seus principais articuladores, e destes um conhecimento vasto de suas pastas, o prazo é curto e, os problemas diversos. Aqueles resultados que de certa forma superam expectativas, devem ser transformados em fatos políticos capazes de fazer a sociedade compreender o tamanho de seus efeitos. Esses efeitos é que trará a sociedade a visão de concordância, o que diminuirá índices negativos e ampliará os valores sociais que o povo tanto busca em um governo.

© 2017 - Jornal Direitos - Todos os direitos reservados
By inforsis and CL