Topo

Entrevistas

Na entrevista jornal DIREITOS, Carlos Aleluia fala do País, do governo Temer, Administração ACM Neto e da política de Itabuna.

DIREITOS – Deputado, quando é que esse nosso País vai voltar a funcionar?
Aleluia - O Brasil começa a reagir à catástrofe petista. Os indicadores negativos já estão desacelerando e estabilizando. Apesar do índice ainda alto, o desemprego parou de crescer. A equipe econômica está firme na missão de equilibrar as finanças públicas. Há sinais de que a gestão Michel Temer está ganhando a confiança do mercado. O empresariado já manifesta algum otimismo. O Congresso Nacional demonstra disposição para dar andamento às reformas necessárias. O clima é outro daquele antes do afastamento da presidente Dilma Rousseff, que deverá deixar definitivamente a presidência da República com a aprovação de seu impeachment pelo Senado Federal brevemente. Não tenho dúvida de que, quando houver a oficialização da saída da presidente e a posse em definitivo de Temer, o ritmo da recuperação do país será ainda mais intenso.


DIREITOS – A presidente Dilma Rousseff volta?
Aleluia - As pesquisas indicam que a maioria da população brasileira não quer o retorno da presidente afastada. Se já não bastasse isso, existem provas contundentes para o impeachment de Dilma. Ela não se salva. Além de vários indícios de envolvimento dela com malfeitos, Dilma não foi responsável na gestão financeira do país. O Senado Federal vai aprovar o impedimento dela em agosto. Dilma vai voltar, mas para Porto Alegre, cidade onde é radicada e residem seus familiares.


DIREITOS – A Câmara dos Deputados deu uma consertada boa, agora com Rodrigo Maia...
Aleluia - A eleição do deputado Rodrigo Maia - DEM para a presidência da Câmara Federal estancou a crise interna da Casa. O Poder Legislativo retomou o equilíbrio e voltou ao seu funcionamento normal. Rodrigo restabeleceu o respeito às oposições e à supremacia do plenário. Ele tem consciência de que o parlamento é convivência, diálogo e entendimento, onde, quando não se chega ao consenso, decide-se no voto. Rodrigo inaugura um tempo sem radicalismo, no qual os princípios democráticos prevalecerão.


DIREITOS – ACM Neto surge como bom nome da política brasileira no seu Partido. A) Quê qualidades vê nele como gestor, à frente da prefeitura de Salvador. B) Que projeção pode ser feita da carreira política dele?
Aleluia - O prefeito ACM Neto reúne qualidades inestimáveis a um gestor público. Ele é responsável com o trato da coisa pública, competente na gestão e comprometido com a vontade popular. ACM Neto tem um futuro promissor pela frente. De atuação destacada no Congresso Nacional, como deputado federal, Neto é hoje o melhor prefeito do Brasil, de acordo com todas as pesquisas de opinião.


DIREITOS – O Sr. foi votado em Itabuna. Está acompanhando os problemas do município: escassez de água, investimentos, emprego, segurança etc. O que a vontade política pode fazer, nessa nova fase do poder central, para ajudar?
Aleluia - Sou grato pela confiança dos itabunenses que têm votado em mim nas eleições. Itabuna é uma das maiores e mais importantes cidades da Bahia. Seu povo não deveria estar passando por tanto sofrimento causado pela crise hídrica, que poderia ser atenuado se tivessem sido tomadas as devidas precauções. Estiagens são fenômenos naturais que, se não podem ser evitados, pelo menos, há possibilidade de desenvolver estratégias de convivência, o que não vem sendo feito. Em Brasília, tenho estado sempre ao lado de Itabuna na defesa de seus interesses. Com o governo de Michel Temer, do qual somos aliados, teremos mais condições de trabalhar por Itabuna, especialmente com o desfecho dessas eleições municipais, com esta solução política poderosa que foi a união do DEM e PMDB.

DIREITOS – Esta eleição ainda está envolvida em insegurança jurídica. Qual a análise que faz do quadro em Itabuna?
Aleluia - As eleições de Itabuna devem ser bastante disputadas. O Democratas tem em seus quadros o nome de Fernando Gomes, que já foi prefeito e conhece os problemas da cidade como ninguém. As pesquisas indicam que ele é o preferido do eleitorado. Está na dianteira nas intenções de voto para as eleições de outubro. Existem algumas pendências no Tribunal de Contas da União (TCU) em relação a Fernando Gomes, mas são pequenas irregularidades, perfeitamente sanáveis e as providências já foram tomadas.


DIREITOS – Como o Democratas pretende atuar nessa reta final de eleição?
Aleluia - O Democratas se esforçou pela unidade das oposições em torno de uma chapa de consenso para a disputa da prefeitura de Itabuna. Valeu a pena. Com esta coligação com o PMDB agora, esta convergência política extraordinária, formamos uma chapa com dois partidos fortes, com dois candidatos experientes, com apoio total de seus partidos de cima a baixo, estamos oferecendo uma opção confiável que, com certeza, vai ter a preferência do eleitorado em 2 de outubro e a cidade vai ganhar grande impulso em seu desenvolvimento.

© 2017 - Jornal Direitos - Todos os direitos reservados
By inforsis and CL