Topo

Entrevistas

Entrevista com Vercil Rodrigues, professor, escritor e jornalista.

“Esse livro foi escrito para açambarcar todos os operadores do direito, bem como o cidadão de um modo geral”

Entrevista com Vercil Rodrigues jornalista-fundador do Jornal, Revista e Editora de livros DIREITOS; bacharelando em Direito pela FTC Itabuna, historiador pela Universidade Estadual de Santa Cruz (UESC); Especialista em História Regional, em Gestão Escolar e Docência do Ensino Superior, Professor de História da Rede Estadual de Ensino da Bahia, que acaba de lançar o livro Breves Análises Jurídicas 1º obra jurídica de um estudante de Direito no Brasil e que segundo abalizados críticos é um fenômeno editorial ao alcançar a marca de 100% de vendas em apenas 20 dias. Atenção: Entrevista concedida a jornalista Thais Campos de Jesus, do Jornal Radar, na edição Nº 02, dia 7 de junho de 2010.

Thais Campos de Jesus - Do que trata seu livro?

Vercil Rodrigues - O livro Breves Análises Jurídicas aborda diversas temáticas do Direito, merecem destaque artigos que versam sobre o ensino jurídico, o direito constitucional, o direito eleitoral, o direito processual, o direito de família, o direito penal, o direito educacional, o direito alternativo, o direito digital, o direito das pessoas com deficiências e o direito da criança e do adolescente, dentre outros. Analisados sempre com o pendor crítico e o compromisso social.

Thais Campos de Jesus - Qual o público alvo, apenas estudantes de direito?

Vercil Rodrigues - Apesar de ser o 1º livro jurídico de um estudante de Direito no Brasil, segundo Dr, Eurípedes Brito Cunha, ex-presente da OAB/ Bahia, Membro do Instituto dos Advogados Brasileiros (IAB) e Conselheiro Nato da OAB/ BA – que faz a apresentação do Breves Análises Jurídicas, o livro foi escrito para açambarcar todos os operadores do direito, bem como o cidadão de um modo geral. Daí termos optado em escrever o mesmo em linguagem jornalística, mas sem perder o rigor cientifico. Posso dizer então que o livro foi escrito para o ser humano, pois não podemos nos imiscuir em um globalizado dos conhecimentos jurídicos. O direito faz parte do nosso dia-a-dia.

Thais Campos de Jesus - Qual o principal objetivo de ter escrito o livro?

Vercil Rodrigues - Queria contribuir como acadêmico para o mundo jurídico. Tratando de importantes temas desta apaixonante e nobre ciência de forma clara, concisa, objetiva e didática, tendo em vista a pertinência dos mesmos no contemporâneo ordenamento jurídico pátrio. Em outras palavras, queria contribuir e tentar engrandecer ainda mais a cultura jurídica regional que tem grandes nomes como Dr. Carlos Valder, Drª Sônia Maron, Sérgio Habib, Dr. Marcos Bandeira, dentre outros.

Thais Campos de Jesus - Com as crescentes exigências de concursos, até de nível médio, para conhecimentos em Direito, você considera seu livro um apoio didático aos concurseiros de hoje?

Vercil Rodrigues - Em princípio essa não é a proposta principal do livro, mas em virtude da pertinência dos temas jurídicos abordados, ele servirá com certeza também para esse propósito. E por conta disso, a aceitação da obra no universo dos estudantes de direito tem sido excelente.

Thais Campos de Jesus - Qual a expectativa quanto a aceitação do livro?

Vercil Rodrigues - Superou minhas expectativas. O lançamento do livro marca duas estreias, a da Direitos Editora de livros (integrante do Grupos Direitos, que é composta do site, jornal e revista) e minha como autor, então precisávamos fazer uma obra que tivesse um bom acabamento gráfico, boa diagramação, bom papel, uma bela capa, enfim uma qualidade acima da média. Mas quanto ao livro em si, não tinha a certeza da boa receptividade nos meio jurídico e, ainda mais que em tão pouco tempo a 1ª edição se esgotasse, fazendo com que providenciássemos a 2ª edição que sairá com a co-edição da Direitos e a Via Litterarum editoras. Mas escrevemo-lo com a razão e a emoção, daí talvez tenham advindo o sucesso do Breves Análises Jurídicas a ponto de ser considerado um fenômeno editorial.

Thais Campos de Jesus - Como está a preparação para a 2ª edição?

Vercil Rodrigues - A 2ª edição está na gráfica estará no mercado baiano e nacional a partir do dia 14 de junho. E como falei será uma co-edição Direitos e Via Litterarum. E estamos negociando o seu lançamento para o mês de julho na Academia de Letras de Ilhéus (ALI). Mas enquanto isso não ocorre, o livro estará à venda nas livrarias do Fórum Rui Barbosa em Itabuna e do aeroporto Jorge Amado em Ilhéus e via on line nos sites www.jornaldireitos.br e www.quiosquecultural.com.br.

Thais Campos de Jesus - Você planeja outros livros?

Vercil Rodrigues - Sim. Já temos três novos livros escritos, sendo que um deles só está aguardando o responsável pelo prefácio nos entregar para lançarmos no 2º semestre deste ano. E também estamos organizando para janeiro de 2011 uma coletânea de autores que representam as maiores “cabeças” pensantes do Direito na Bahia que será lançado pela Direito Editora Além desse, fui convidado (mas ainda não estou autorizado a revelar nome) para coordenar um livro jurídico de um grande jurista de nossa região.

Thais Campos de Jesus - O que trazem estes novos livros?

Vercil Rodrigues - O primeiro é na temática jurídica, um de histórica regional e o outro análise cotidiana sob o prisma histórico-social. Todos serão lançados pela Direitos Editora.

Thais Campos de Jesus - Como você concilia tantas atividades (professor, estudante, jornalista e agora escritor)?

Vercil Rodrigues - Não é fácil não, mas durmo pouco, trabalho em cima de metas de médios e longos prazos e conto com a compreensão de minha esposa. Faço mensalmente um projeto onde elenco as metas de cada semana, quinzena e mês. E aí vou executando, e o que não é possível replanejo.

Thais Campos de Jesus - Como está o seu trabalho com o jornal e revista que você produz?

Vercil Rodrigues - Os dois caminham bem. Há aproximadamente um ano, promovi um rol substancial de mudanças no Jornal Direitos com o propósito de profissionalização do mesmo, ou seja, mudamos layout, cores, diagramador, webdesigner, gráfica, inovamos com o 2º caderno – variedades, que tem a mesma quantidade de páginas do 1º. E os efeitos das mudanças tem sido a quantidade de elogios/parabéns que temos recebido todos os meses de nossos parceiros e leitores, o que demonstra a boa aceitação.

Com relação a Revista Direitos – que é a 1ª revista jurídica do Norte-Nordeste, tem sido boa a aceitação na comunidade jurídica da Bahia, e para tal estamos trabalhando arduamente, ela é fruto de uma boa diagramação, um bom papel, uma boa gráfica, um layout arrojado e um conteúdo de primeira.

© 2017 - Jornal Direitos - Todos os direitos reservados
By inforsis and CL