Topo

Entrevistas

Entrevista com Ivone Gouveia Montenegro de Souza, presidente do Lions Clube de Itabuna – Grapiúna

DIREITOS - Lions Clube é uma organização de serviço já tradicional em Itabuna. Quando e porque foi fundado o Lions Grapiúna?

Ivone Gouveia Montenegro de Souza - O movimento Leonístico existe em Itabuna desde 1954. Hoje a cidade conta com três Clubes de Lions, sendo que o Lions Grapiúna é o “caçula” deles, fundado em 21 de março de 2011. Formou-se com um grupo de homens e mulheres com características de “SERVIR”, que ambicionava algo diferente. 14 companheiros oriundos de clube já existente e 10 Novos Leões criaram então este Clube jovem, com visão voltada para o lado socioambiental. Prevenção à violência, educação, saúde, orientação aos jovens, oportunidade de formação profissional... Estes são alguns de nossos objetivos. Hoje nós contamos com 35 associados.

DIREITOS - Em que as atividades do Lions podem ajudar a comunidade?

Ivone Gouveia - Partindo do princípio que é nas comunidades que os problemas acontecem e é nelas que tem que resolvidos, os Leões fazem trabalho voluntário nas localidades em que vivem, visando sua melhoria. É sempre um desafio. Mas quando se trata de aceitar desafios, nossa resposta é simples: “Nós Servimos”. Isso é o que une Leões em todo o mundo. E é algo incondicional. Não nos restringimos a nenhuma causa. Nós ajudamos onde, quando e como podemos. Costuma-se dizer que feliz é a cidade onde existe um Clube de Lions atuante. E não nos limitamos a áreas geográficas. Estamos presentes em 206 países e regiões, e somos a única Organização não Governamental a atuar como consultores junto a ONU, no Conselho Econômico e Social, tendo sido o Lions Internacional signatário da “Declaração Universal dos Direitos Humanos”.

DIREITOS - O que leva alguém a se tornar um Leão?

Ivone Gouveia - Tornar-se um Leão é tornar-se um voluntário engajado, um membro de uma organização internacional respeitada, um líder na comunidade e um amigo dos mais necessitados. E há muitas razões para se associar. Como Leão você pode: ajudar sua comunidade; desenvolver habilidades preciosas; mudar a vida de outras pessoas, na sua região e no mundo; aprender a ser um líder e a liderar uma organização respeitada; ter uma vida mais dinâmica e divertida; crescer como pessoa e como profissional; e o mais importante é que você tem a oportunidade de saber que o trabalho que você faz na comunidade vale a pena e é reconhecido. Não existe gratificação maior ou momento de maior felicidade que ver que o que você realizou deu resultado. Dá uma nova motivação para continuar.

DIREITOS - Existe restrição para a criação de um Clube de Lions?

‘Ivone Gouveia - Existe a orientação para criação de Clubes de Lions em municípios ou localidades com mais de 25.000 habitantes. Quanto maior a população, maior poderá ser o número de Clubes para atendê-la. E exige-se um número mínimo de 20 associados para a fundação de um Clube. Abaixo deste número podem-se criar núcleos de Leões vinculados a um Clube já existente.

DIREITOS - O Lions Grapiúna, como foi colocado, é um Clube novo. O que vocês já realizaram nestes nove meses de existência?

Ivone Gouveia - Apesar do pouco tempo de existência, o Lions Grapiúna já realizou muitas atividades. Podemos citar, entre outras: ? Atividades no Educandário Cordolina Lupp; ? Atividades de Visão: Doação de óculos para internos do Presídio de Itabuna; ? Mutirão de Saúde em comemoração ao dia Nacional do Lions na Saúde, no Bairro Sarinha; ? Participação ativa nos mutirões de combate à Dengue; ? “Treinamento para Garçom”, atividade desenvolvida para os Atiradores do TG de Itabuna e convidados, onde 16 jovens receberam certificação; ? Incentivo ao esporte, como o Campeonato Interno de Voleibol no Colégio Estadual Luis Eduardo Magalhães – CELEM; ? Concurso Internacional “Cartaz da PAZ”, com as crianças da Escola CAIC Jorge Amado; ? Plantio de árvores; ? Campanha permanente de envio de doadores de sangue e medula ao Banco de Sangue de Itabuna, em parceria com o Tiro de Guerra de Itabuna.

DIREITOS - O Lions tem declaração de visão, missão e lema?

Ivone Gouveia - A declaração de Visão de Lions Internacional é: “Ser o líder global em serviços comunitários e humanitários”. Como Declaração de Missão temos: “Dar poder aos voluntários para que possam servir suas comunidades e atender às necessidades humanas, fomentar a paz e promover a compreensão mundial por meio dos Lions clubes”. E o lema de Lions Internacional é: “Nós Servimos”. Pequeno na forma, mas infinitamente grande no significado. Além disso, cada dirigente pode utilizar um lema particular, e o lema adotado por nossa gestão é: “Juntos podemos mais”, evidenciando a necessidade de um trabalho em equipe, envolvendo toda a comunidade.

© 2017 - Jornal Direitos - Todos os direitos reservados
By inforsis and CL