Topo

Entrevistas

Entrevista com Jorge Antônio Braga - Presidente da Câmara dos Dirigentes Lojistas de Itabuna (CDL)

Direitos - Como você chegou a Itabuna?

Jorge Antônio Braga - Eu cheguei a Itabuna e disso me orgulho muito, porque fui parido aqui, no Hospital Santa Cruz, hoje Hospital Calixto Midlej Filho. Da maternidade, fui para a casa dos meus pais, na Rua da Jaqueira, nº 234 atual Av. Fernando Cordier, onde cresci e fiquei até me casar e para onde voltei no ano de 2005, para estabelecer meu comércio.



Direitos - Fale um pouco sobre a sua história em Itabuna.

JAB - Nascido e criado em Itabuna, estudei no Colégio Divina providência e no Colégio Estadual de Itabuna, onde fiz o curso de técnico de enfermagem. Estudei na FESPI, hoje UESC e, por exigência da empresa onde trabalhava a época, a GM do Brasil, me transferir para Salvador, passando a estudar na Universidade Católica (UCSAL). Ainda em Salvador, fui convidado pelo Senhor José da Silveira Mota, para gerenciar a sua empresa, a SILVEIRA S/A, em Itabuna, onde trabalhei até o lamenlamentável encerramento das suas atividades. Posteriormente fui trabalhar na empresa Aliança, do grupo Brasileiro da qual participamos desde a sua instalação nesta cidade. Alguns anos depois, fui convidado a trabalhar com o grupo do Sr. Edmundo Cardoso, (Cambuí Veículos) tendo sido o responsável pela instalação da empresa Ville Veículos, revendedora de veículos da marca Peugeot. Desde o ano de 2005 passei a trabalhar somente de forma autônoma, (Braga Veículos), vendendo veículo de todas as marcas, novos e usados, trabalhando também com financiamento e, agora, também com consórcio de motos, veículos, móveis, tratores, eventos pelo grupo RODOBENS e consignado INSS, Estado, Município e Federal.


Direitos - Como você chegou à Presidência da CDL?

JAB - Desde que retornei a Itabuna-, ainda como gerente de vendas da empresa SILVEIRA S/A, passei a integrar o quadro de diretoria da CDL, exercendo diversos cargos, a exemplo de secretário, conselho fiscal. E, finalmente o de Presidente


Direitos - Qual a função da CDL e o que ela representa para o Comércio de Itabuna?

JAB - Promover e integrar o comércio de Itabuna, buscando meios de desenvolvê- lo, de fazê-lo crescer, realizando campanhas promocionais, buscando junto aos poderes públicos meios de incentivar as vendas, divulgando amplamente o nosso comércio que é um dos maiores e melhor do nosso Estado. Além disso, a CDL participa ativamente de todas as ações que visam o bem estar da comunidade e, não, apenas do comércio, tendo como exemplos recentes a questão da revitalização do vídeo monitoramento nas ruas centrais da cidade e também do calçadão da Ruy Barbosa. Dessa forma, a CDL é a representante dos lojistas itabunenses, sempre na defesa dos seus direitos e interesses, priorizando a comunidade como um todo, que é a mantenedora do comércio.


Direitos - O Senhor ocupa cargo na Federação da CDL. O que isso significa e representa para os lojistas de Itabuna?


JAB - Entendo que esta função (Diretor Distrital) seja oriunda do poder da nossa CDL e isso dá representatividade tanto na FCDL quanto na CNDL. Ou seja, temos representatividade e visibilidade
em âmbito Nacional.


Direitos - Quais os projetos para o futuro da CDL?


JAB - Buscar conscientizar maior número de lojistas acerca da importância do associativismo, da união, para fortalecimento maior do nosso comércio. “Comerciante unido, comércio fortalecido”.

Buscaremos também, através do Poder Público, o ordenamento do trânsito e alocação digna dos camelôs, sem que estes interfiram no comércio legalmente estabelecido.


Direitos - Quando finda o seu mandato?

JAB - O mandato da atual diretoria foi prorrogado até 31.12.2014, em função do OF. CIRCULAR. CNDL/ASSERJU N. 223/11.


Direitos - Vai disputar a reeleição?

JAB - No momento não tenho essa pretensão, estou focado em fazer uma boa administração.

© 2017 - Jornal Direitos - Todos os direitos reservados
By inforsis and CL