Topo

Entrevistas

Entrevista com Josevandro Nascimento Advogado, professor universitário e presidente eleito para Academia de Letras de Ilhéus para o biênio 2013-2014.

DIREITOS - Como se deu a construção do seu nome para presidir a Academia de Letras de Ilhéus, uma Instituição cinquentenária que reúne os intelectuais da região?
Josevandro Nascimento (JN) – Com muito orgulho, ocupo a cadeira nº 14, que pertenceu ao fundador da Academia, Abel Pereira, Haikaista, que me dediquei a fazer um estudo da sua obra, a ser publicada brevemente, num reconhecimento àquele que foi o grande alicerce da Academia de Letras de Ilhéus. Atualmente ocupo o cargo de vice-presidente, na gestão do historiador Arléo Barbosa. O nosso nome foi um consenso entre os acadêmicos, que me elegeram com vinte e cinco votos, tendo a Academia atualmente 37 membros, incluindo aqueles que residem fora da região.

DIREITOS - O que a Academia de Letras de Ilhéus, poderá esperar da nova gestão que tomará posse no dia 14 de março, Dia de Castro Alves?
JN - Nos cargos que tenho ocupado, deixo com a consciência do dever cumprido. Assim foi na ABI, no Lions, onde a responsabilidade e a preocupação de dar o melhor de mim é um compromisso que assumo, por onde tenho passado. Na Academia não será diferente. Ao convidar os confrades para a composição da nova diretoria, fiz pensando em oferecer a Ilhéus e a região, um mandato operoso, profícuo, de muito trabalho a serviço das letras, como é o lema da Academia.

DIREITOS - Quais as principais metas da nova gestão da Academia de Letras de Ilhéus?
JN - Nós vamos transformar a Academia num lugar permanente das grandes discussões. A Academia será palco de debates, saraus, palestras, seminários, lançamentos de obras, principalmente de valores da região, hoje escondidos, por falta de oportunidades. Vamos fazer alguns convênios com outras Instituições, no sentido de ampliar as ofertas de atividades, buscando parceiros para a promoção da arte e da cultura regional, além da abertura da biblioteca permanente aos estudantes, no sentido do conhecimento mais de perto, dos escritores regionais. Depois da posse, vamos procurar o presidente da Fundação Cultural de Ilhéus, no sentido de estreitar os laços de cooperação, além das Academias de Letras de Itabuna, visando um trabalho de parceria. Temos uma sede invejável, aberta diariamente, graças à eficiência e ao dinamismo do acadêmico Jabes Ribeiro, á época Prefeito de Ilhéus e hoje, para a nossa felicidade, novamente Prefeito, o que muito ajuda na realização das nossas propostas.

DIREITOS – A Academia pretende lançar alguma Revista que fale da sua História?
JN - Perfeitamente. Na gestão do Prof. Arléo foi iniciado um trabalho que ainda não foi concluído. Pretendemos ainda neste ano, lançar a primeira revista da Academia de Letras de Ilhéus, depois de cinquenta anos de atividades, que será distribuída gratuitamente a todos que visitarem as nossas instalações, além da remessa às diversas Academias do país. Para tanto, já conseguimos alguns apoios, que na hora certa, serão divulgados, pela significativa colaboração às letras.

DIREITOS – A Academia de Letras de Ilhéus está com o seu quadro completo?
JN - Não, no ano passado, perdemos três grandes nomes, o Prof. Érito Machado, o escritor Adelindo Kfoury e o também escritor Mário Pessoa. Vamos abrir inscrições para as vagas existentes, lembrando sempre que para o preenchimento delas, não é necessariamente que o indivíduo tenha obras publicadas, com o dispõe o nosso regimento. A pessoa tem que ser um cultor das letras. Alguém que depois de ter o currículo aprovado, seja submetido à votação dos confrades, através de escrutínio secreto.

DIREITOS – Quando será a posse da nova diretoria da Academia de Letras de Ilhéus?
JN - A posse será no dia 14 de março, dia de castro Alves, quando se inicia a abertura dos trabalhos acadêmicos, em sessão solene na Academia de letras, iniciando com uma homenagem ao poeta dos escravos, na praça que tem o seu nome, com a colocação de flores e declamação de poemas da sua autoria, por estudantes de diversos colégios da Cidade, seguindo a posse, na sede da Academia.

© 2017 - Jornal Direitos - Todos os direitos reservados
By inforsis and CL