Topo

Entrevistas

Entrevista com Iva nn Kebres Montenegro Presidente da Academia Grapiúna de Letras (AGRAL)

DIREITOS – Em uma entrevista anterior, divulgada neste jornal, já foi abordado o tema AGRAL – Academia Grapiúna de Letras, onde discutimos assuntos como a sua importância no desenvolvimento cultural no desenvolvimento cultural da nossa região, o que vem a ser uma academia de letras, sua formação etc. Á época a Agral estava em fase de escolha de nomes para ocupar as últimas 4 cadeiras, de um total de 40. Passados quase 2 anos de sua fundação, como pode ser vista a atuação desta academia em nossa região?
Ivann Montenegro - A AGRAL vem atuando dentro das expectativas e propósitos de sua fundação, que busca a disseminação da cultura na região, com encontros regulares e atividades culturais, a exemplo do concurso de redação realizado nas escolas públicas municipais, abordando o tema “Jorge, o Amado filho de Itabuna”. Os Acadêmicos honram suas cadeiras, demonstrando, além de sua capacidade artística, cultural e literária, uma ética invejável no trato com atividades diversas no seio de nossa comunidade.

DIREITOS – O que são “cadeiras”, e que distinção estas cadeiras recebem?

Ivann Montenegro - As vagas ocupadas pelos Acadêmicos são denominadas cadeiras. Estas cadeiras recebem uma numeração, que no caso dos Acadêmicos Efetivos, vai do 01 ao 40, e que, além desses números, levam os nomes de Patronos, figuras essas escolhidas entre renomados homens e mulheres da cultura e da arte brasileiras, já falecidos, preferencialmente dessa região. Estes números e Patronos ficarão de forma perene.

DIREITOS – Como é a relação da Agral com outras instituições de cunho artístico, literário e lingüístico de nossa região?

Ivann Montenegro - A relação da AGRAL com as demais entidades artísticas e culturais é de parceria e participação, tendo como resultado a colheita de bons frutos. Mantemos especial convênio com a ACATE, com mútua satisfação de necessidades. Mantemos, na Sala Zélia Lessa, nossa sede provisória, onde desenvolvemos nossas atividades culturais e artísticas, tais como apresentação dos trabalhos culturais e literários de nossos Acadêmicos, com os quais alcançamos a alma poética de nossa sociedade. Com a UESC conseguimos firmar a realização da feitura de uma revista cultural única para todas as Academias da nossa Região. Com as demais Academias da região a relação é de respeito e cordialidade. Importante se faz salientar que este salutar conviver entre todas as organizações é a mola propulsora do desenvolvimento da cultura na comunidade.

DIREITOS – Quais as ações desenvolvidas pela Agral no ano de 2012?

Ivann Montenegro: -
27/mar/2012 -Sede Loja 28 de Julho 1ª. Reunião - Posse 26 acadêmicos: Ivann, Vercil, Washington, Costa, José Carlos, Carrilho, Ramiro, Adeildo, Jairo, Jaime, Fernando, Zélia Lessa, Zélia Possidônio, Norma, Antonio Nunes, Antonio Baracho, Teobaldo, Ari, Jailton, Kleber, Samuel Leandro, Sandra.
24/abr/2012 - Sede Rotary Itabuna Sul 2ª. Reunião - Posse 10 acadêmicos: Augusto, Eglê, Samuel Guimarães, Zumaeta, Paulo Bonfim, Paulo Lima, Jasmínea, Laurindo, Odilon, Geraldo.
22/mai/2012 - Sede Rotary Itabuna Sul 3ª. Reunião - Posse 2 acadêmicos: Dourado e Ceslau - Apresentação de proposta Concurso “Jorge, o Amado filho de Itabuna” - Doação para a Biblioteca da AGRAL de livros e textos dos Acadêmicos.
12/jun/2012 - Sede Rotary Itabuna Sul - Posse 2 acadêmicos: Gustavo e Mariza -Providências para a retomada da Sala Zélia Lessa que serviria de sede Agral -Idéia da criação do Coral da AGRAL
10/jul/2012 - Sede Rotary Itabuna Sul - Presidida pelo Vice Vercil Rodrigues - Comunicação do confrade Ari sobre a retomada da Sala Zélia Lessa - Campanha de doação de cadeiras
14/ago/2012 -Sala Zélia Lessa - Primeira reunião formal na sala Zélia Lessa - Informe sobre a aquisição das cadeiras - Lançamento do livro “Pequenas Histórias do Delírio Peculiar Humano” do jornalista Antonio Nahud Jr e Exposição Fotográfica “A Face Oculta” de Morvan França (MG), promoção da ACATE e AGRAL
11/set/2012 - Sala Zélia Lessa - Homenagem Póstuma ao historiador Adelindo Kfoury - Comunicação de Zélia P e Zumaeta sobre o andamento do concurso “Jorge, o Amado filho de Itabuna”
09/out/2012 -Sala Zélia Lessa - Consulta sobre mudança nos horários das reuniões e datas - Consulta sobre extensão do mandato da atual diretoria - Consulta sobre a Confraternização de Natal/ Aprovada na AABB
13/nov/2012 - Sala Zélia Lessa - Aprovação da extensão do mandato da atual diretoria - Promoção do Seminário sobre o Fórum de Cultura em 19/11 com a Acate - Confirmação do dia 19/12 para a confraternização na AABB - Entrega da premiação do concurso “Jorge, o Amado filho de Itabuna” aos 3 alunos vencedores do concurso.
19/dez/2012 - AABB Itabuna - Confraternização de Natal - Encerramento das atividades do ano para serem retomadas em março/2013.

DIREITOS – Que mensagem a Agral procura a passar para a comunidade, através de suas atividades?
Ivann Montenegro - A vida nos tem ensinado que os bons escritos e as boas poesias nos levam à alma e ao espírito o que de melhor a própria vida nos oferece, e desta forma, nossos Acadêmicos se manifestam em contato com a população Grapiúna não apenas através dos encontros casuais, mas bastante enfaticamente nas manifestações escritas nos jornais e revistas da região, dando destaque aos desempenhos culturais de nossos poetas que de viva voz declamam as suas obras e encantam aqueles que as ouvem. É uma autêntica troca de sensibilidades, porque quem as doa também as recebe. Neste fervilhante manifestar de emoções, a AGRAL transmite a importância do aculturamento, a preciosidade da ética nas ações, o brilhantismo do ver florescer a descoberta das capacidades individuais de cada cidadão, principalmente entre nossos jovens.

© 2017 - Jornal Direitos - Todos os direitos reservados
By inforsis and CL